Como escovar os dentes com escova manual

Os pequenos movimentos circulares quase sem nenhuma força demoram algum tempo para serem assimilados. Peça ao seu cirurgião-dentista para avaliar o seu progresso.
Cada pessoa é diferente
Cada boca, cada dente e cada espaçamento nunca são iguais. Isto significa que a limpeza ideal deve respeitar a anatomia, a idade e as habilidades de cada pessoa. Peça ao seu dentista orientações e dicas. A escovação perfeita, eficaz e ao mesmo tempo suave não se aprende apenas ao ler sobre o assunto. A perfeição nasce com a prática.
Ajuda profissional
Avalie a sua técnica de limpeza regularmente com um profissional da área odontológica. Ele será capaz de dizer exatamente em quais espaços interdentais deve-se utilizar o fio dental e onde as escovas interdentais são a melhor opção.
Sistema de limpeza
Siga sempre o mesmo padrão. Primeiramente, escove os dentes do lado de fora (faces vestibulares), então, do lado de dentro (faces palatinas/linguais). Comece pelos dentes inferiores e em seguida continue com os superiores.
Movimentos circulares pequenos sem pressão
Lembre-se, nossas escovas limpam os dentes mesmo se você não aplicar praticamente qualquer pressão.
Posicionamento: comece com a parte externa dos dentes inferiores (mandibulares) de um dos lados (esquerdo ou direito). Posicione a escova no molar mais posterior, metade na gengiva, metade no dente. Incline a escova ligeiramente em direção das gengivas, num ângulo de aproximadamente 45 graus.
Escovando o lado externo dos dentes (faces vestibulares): agora mova a escova com pequenos movimentos circulares da parte posterior do último molar de um dos lados da boca, dente a dente até a parte posterior do último molar do lado oposto da mandíbula. Dedique um tempo e foco em cada dente individualmente, fazendo de 5 a 10 movimentos circulares por dente. Ao terminar, faça o contorno para o lado de dentro da boca. Escove ao redor dos molares posteriores (face distal) com pequenos movimentos da escova e continue do lado interno (faces linguais) da mesma forma descrita para o lado externo (veja mais abaixo).
Escovando o lado interno dos dentes (faces linguais): trabalhe todos os dentes fazendo movimentos circulares curtos (ou pequenos), quase sem fazer força, até alcançar o último molar posterior do lado oposto ao que você começou (veja acima).
Escove ao redor deste molar (seu último dente) com movimentos circulares pequenos e gentis. Fica mais fácil se você mantiver a escova em um ângulo o mais vertical possível.
Posicionamento: mantenha a escova o mais vertical possível para que a parte interior dos dentes, bem como a parte da gengiva sejam escovadas. Com esta inclinação, mova a escova fazendo pequenos movimentos, primeiro na parte interior de um dente e depois do outro. A razão do porque essa área precisa ser limpa desta maneira é porque é muito estreita para se manter a escova na horizontal. No entanto, esta região requer uma limpeza particularmente minuciosa, pois a glândula salivar localizada bem embaixo dos dentes inferiores resulta um volume de saliva considerável. Consequentemente, esta é a região em que se forma uma grande quantidade de placa bacteriana.
Escovando o lado externo dos dentes (faces vestibulares): aqui também, você começa na parte posterior do molar mais recuado. Posicione a escova de forma angulada e passe a escovar da mesma forma descrita anteriormente. Mantenha a cabeça em um ângulo de 45 graus em relação às gengivas e dentes; trabalhe a escova em pequenos movimentos circulares da parte traseira do molar mais posterior de um dos lados (esquerdo ou direito), dente a dente, passando pelos dentes incisivos até o último molar do outro lado da mandíbula. Escove ao redor do molar mais posterior com pequenos movimentos e continue pelo lado interno dos dentes superiores (faces palatinas). Novamente, prossiga com movimentos circulares sem quase nenhuma força, até você chegar novamente ao molar posterior onde começou a escovação na maxila.
Da mesma forma descrita para os dentes inferiores, escove ao redor de cada um desses molares com pequenos movimentos circulares. Fica mais fácil se a escova for mantida o mais vertical possível.
Escova inclinada na vertical e movimentos circulares: escove a parte interna dos dentes anteriores superiores da mesma forma como procedido com os dentes inferiores. Segure a escova em um ângulo agudo de modo que a escova toque o dente e a gengiva ao mesmo tempo. Depois, escove com pequenos movimentos circulares, um dente de cada vez.
As crianças em particular precisam de uma atenção especial com relação à limpeza das superfícies de mastigação. Comece na parte posterior e avance devagar com movimentos curtos pra frente e para trás. Quanto mais velho, pode ser que a necessidade de se limpar as superfícies de mastigação diminuam. Porém, somente um cirurgião-dentista pode tomar essa decisão com base em uma avaliação individualizada.