Tratamento ortodôntico não combina com aspirina, ibuprofeno e cataflan

Alguns dos anti-inflamatórios mais usados estão na lista de perigosos para o tratamento ortodôntico. São medicamentos conhecidos como aspirina, o piroxicam como o Feldene, ibuprofeno ou também Advil, o diclofenaco como o Cataflan e o Celebra (celecoxib).
Porque esses medicamentos não ajudam? Porque o tratamento ortodôntico usa o recurso da inflamação para sua atuação. Ao movimentar um dente, o que se torna dolorido, a ação causa uma inflamação e essa inflamação induz o osso ao redor do dente a se remodelar para possibilitar a movimentação dentária, sendo uma inflamação controlada.
O anti-inflamatório que muitas vezes é ingerido para tratar um problema muscular pode prejudicar o tratamento ortodôntico pois ao inibir a inflamação, podem tornar a movimentação ortodôntica mais lenta. Por outro lado, corticóides aceleram a movimentação dentária, porém não é recomendado pois eles voltam com mais facilidade à posição inicial. O ideal é informar seu ortodontista quanto ao uso de medicação e usar as que realmente forem necessárias.
O paracetamol supostamente não atua sobre a movimentação dentária porém tem outros efeitos.
O paciente ortodôntico não deve tomar anti-inflamatório somente pelo desconforto do aparelho. A dor que é mais intensa nos primeiros dias de aparelho pode ser minimizada com o uso de chiclete em alguns pacientes (prefira os adoçados com xilitol para prevenir cáries). A Laserterapia também pode ter algum efeito analgésico sobre os dentes sujeitos a forças ortodônticas.
Portanto, a dor do tratamento ortodôntico é positiva pelo processo que ocorre no tratamento.